Coisas do mundo MS Windows

Posted by josemoutinho On junho - 28 - 2011

A Computerworld/EUA noticiou, em 22/6, que apesar das empresas estarem migrando cada vez mais máquinas para o Windows 7, o Windows XP da Microsoft ainda está presente em 6 de cada 10 computadores. O resultado é constante do relatório divulgado pela empresa de pesquisa Forrester.

A nova versão do M$ Windows equipou cerca de 21% dos computadores corporativos que acessaram o site da Forres­ter, em março último. Embora represente mais do que o do­bro da mesma plataforma no ano anterior (9,5%), o Win­dows XP (com 10 anos de idade) continua como o sistema operacional mais utilizado no mundo corporativo. Em mar­ço, os sistemas com XP representaram 59.9% de todas as 400 mil máquinas que visitaram o domínio Forrester.com, oriundos de 2.500 empresas.

Segundo disse à Computerworld, Ben Gray, analista da For­rester e um dos co-autores do relatório, a adoção do Win­dows 7 está acelerando, todavia, ao mesmo tempo, o XP mantém-se majoritário, apesar de figurar no “corredor da morte” da Microsoft. A empresa irá interromper os updates de segurança em abril de 2014.

Ou seja, a Microsoft vai apelar para ignorância, uma vez que não está conseguindo impor uma boa versão do M$ Windows, pós XP. É incrível, mas não duvide que tenham algumas máquinas rodado o Windows 98, mesmo sem atualizações. Coisas do mundo software proprietário.

De acordo com a Forrester, tanto o XP quanto o Vista perde­ram parcelas de mercado para o Windows 7 nos últimos 12 meses, entretanto foi o Vista que teve a queda mais expressi­va, despencando de 11,3% em abril de 2010 para apenas 6,2% em Março de 2011. Os dados mostram que o Vista fi­gurava com 14% em novembro de 2009, um mês antes do lançamento do Windows 7.

Fonte: Revista Espírito Livre, com informações do idgnow.uol.com.br

Poupe milhões com o Linux

Posted by josemoutinho On junho - 17 - 2011

O site odivelas.com publicou matéria sobre uma das principais vantagens do GNU/Linux: economia de vultosos recursos em Tecnologia da Informação (TI).

Para quem não se importa em gastar milhões e milhões – até mesmo desperdiçar, divido os exageros dos programas proprietário com suas atualizações, segue com os sistemas M$ Microsoft. Mas quem não gosta de ficar preso a tais condições, nem ter que recorrer à pirataria, tem espírito livre e valoriza o dinheiro ganho com muito suor, o GNU/Linux é a solução.

O GNU/Linux é efetivamente uma alternativa ao Windows, pois a pessoa deixa seu computador turbinado – com todos os programas profissionais necessários – sem gastar um tostão (ou quantia pequenina, em casos especiais). Essa foi a ideia da matéria de “odivelas”. É bom destacar que é importante que a comunidade GNU/Linux faça doações, contribuindo assim para a manutenção do trabalho, inclusive heroico dos desenvolvedores e colaboradores.

Sobre os computadores pessoais, a odivelas.com destacou as diversas distribuições Linux, como Centos, Debian e Ubuntu, por exemplo. E lembrou que, hoje, o Linux é mais amigável que no passado. O Ubuntu, o Linux Mint, são bons exemplo e uma prova de que um usuário Windows pode utilizar o Linux “à vontade” e “sem sentir qualquer dificuldade”.

Foi destacado, também, que as vantagens do Linux são para além do custo e da segurança. O Linux é menos permeável aos ataques diários aos computadores e foi concebido inicialmente como um sistema para trabalhar em redes.

Nesse sentido, o artigo resgata que a Microsoft acordou tarde para a internet e ao longo dos tempos tem tentado acertar o passo com algumas versões do Windows, não alcançando com o Windows ME ou o Windows Vista. Muitas empresas continuam usando o Windows XP e não veem razões para atualizar o SO da Microsoft. Por outro lado, o Linux tem sido atualizado permanentemente. Foi destacado que um SO Linux, como o Ubuntu, realiza, a exemplo do Windows, checagens e atualizações automáticas.

Um ponto importante no desfecho que artigo de odivelas.com foi o fato de que a fraca difusão do Linux no mercado não “têm nada a ver com o interesse dos cidadãos e do Estado que somos todos nós”.

Fonte: Revista Espírito Livre, com informações de http://odivelas.com

Conferência Google I/O: Chrome OS nos notebooks da Samsung e Acer

Posted by josemoutinho On maio - 13 - 2011

A “e-Week Editor’s Pick” noticiou que o Google, na sua conferência de desenvolvedores, a “Google I/O”, introduziu notebooks baseados no seu sistema operacional Chrome, o motor de pesquisa para prover aplicações web a partir das nuvens para hardware comum.

A Samsung e a Acer são as duas primeiras Chromebook parceiros, cada um oferecendo máquinas online, a partir de 15 junho, no Best Buy e Amazon.com, nos Estados Unidos. A Samsung Série 5 Chromebook estará disponível nos EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Holanda, Itália e Espanha. A Série 5 tem preço de US$ 429 para o modelo de WiFi e US$ 499 para um computador com um rádio 3G.

O Chromebook WiFi da Acer vai começar em US$ 349, para os mesmos mercados. Sundar Pichai, vice-presidente sênior de gerenciamento de produto do Chrome, disse em sua palestra, em 11/5 último, prevê que os usuários acessem seus e-mails, fotos, vídeo e documentos a partir das nuvens do Google.

É uma aposta ousada contra a hegemonia do MS Windows e até mesmo contra a segunda plataforma de computação mais poderosa, Macintosh, da Apple.

Agora, resta saber se os usuários optarão por evitar locais de físicos de armazenamento de dados para armazenas nas nuvens do Google. O “Chrome Web Store”, que já processou 17 milhões de downloads de aplicações, está agora disponível em 41 idiomas para todos os usuários do Chrome no mundo inteiro.