Instalando o Kdenlive 0.9.4 no Ubuntu, Linux Mint e derivados

Posted by admin On fevereiro - 1 - 2013

30-01-2013_kdenlive_kdenlive-094-small

Basta seguir os passos a seguir para ter  o Kdenlive 0.9.4 devidamente instalado em seu Ubuntu, LinuxMint e derivados.

Os procedimentos a seguir devem ser feitos com privilégios de administrador, logo, utilize o “sudo” antes de cada um dos comandos ou então utilize o comando “su” para ter privilégios de root.

apt-add-repository ppa:sunab/ppa
apt-get update
apt-get install kdenlive

Sobre o Kdenlive

O Kdenlive é um poderoso e intuitivo editor de vídeo multi-track, que inclui as tecnologias de vídeo mais recentes. O software é totalmente gratuito e free software, tal como definido pela fundação GNU.

Se você não conhece o Kdenlive, recomendamos fortemente que o faça. É um excelente software de edição de vídeos. A equipe da Espírito Livre o utiliza e recomenda.

Recentemente noticiamos o lançamento da versão 0.9.4 do Kdenlive. Sendo assim, outras informações sobre esta versão, podem ser esclarecidas aqui.

Lançado Rekonq 2.1, o navegador web do ambiente KDE

Posted by admin On janeiro - 31 - 2013

31-01-2013_rekonq

A menos de um mês após o lançamento do Rekonq 2.0, o navegador web para o desktop KDE, como uma alternativa para o Konqueror, Rekonq 2.1 vem à tona trazendo mais recursos para este projeto de código aberto baseado no WebKit.

Os novos recursos para o Rekonq 2.1 incluem uma melhor integração com o KPart, suporte para remoção de itens do histórico da página de histórico, uma melhor gestão de ícones e melhor manuseio do Google Bookmark sync.

Recursos que foram restaurados em Rekonq 2.1 incluem de volta a posição de inspetor web na parte inferior, a opção para abrir a guia no final, editar barras de ferramentas e atalhos do painel de configuração, entre outros.

Correções de bugs incluem um problema de meia-janela do KPart, verificação ortográfica com QtWebKit 2.3 Beta 1, WebApp com favicon da janela, localizar por data a formatação do histórico, histórico ordenado por data, e uma correção de bug ao adicionar um favorito.

Informações sobre o Rekonq podem ser consutadas a partir do site oficial do projeto.

KDE planeja fundir desktops Plasma

Posted by admin On janeiro - 30 - 2013

30-10-2013_kde-logo

Desenvolvedores do KDE estão planejando a fusão o código de suas interfaces de usuário Plasma Desktop, Plasma Netbook e Active Plasma em um futuro não muito distante, de acordo com um post no blog de Aaron Seigo. Como ele explica, programas individuais são atualmente responsáveis ​​por cada escudo; suas fontes, no entanto, consiste de apenas três a dez mil linhas de código, desde que sejam usada uma base de código comum.

No momento, quando um usuário quer alternar entre as interfaces Netbook e Desktop, um processo tem de ser concluído e outro iniciado, o que “não é particularmente bonito”, Seigo ressalta. Os desenvolvedores também gostariam de ser capazes de ajustar de forma mais flexível elementos de desktop (como decorações de janela) para condições de tempo de execução. Além disso, o Plasma Active provou que é possível programar uma interface de utilizador Plasma completamente com QML. O plano para o futuro é, portanto, ter um processo de criar as diversas interfaces de usuário usando QML em Qt5. A solução será chamado Workspaces plasma 2. Seigo já está sonhando com o dia em que ele pode se conectar a televisão para seu laptop e ver o Plasma Desktop automaticamente substituída pelo Plasma Mediacenter.

Ele também fornece outras informações e descreve as mudanças que estão sendo planejadas ou já foram implementadas, como a modularização e reconfiguração. Algumas dessas mudanças darão ao KDE Software Collection 4.11 o alicerce necessário para o Plasma Workspaces 2.

Seigo também menciona links para um blog publicado recentemente por Sebastian Kügler sobre as mudanças do KDE Frameworks 5 e Plasma Workspaces 2. Em seu post, Kügler menciona que três grandes mudanças já foram feitas para o KDE Frameworks 5, com outras quatro a caminho: melhorar o sistema de construção, limpeza kdelibs, acrescentando tarefas do KDE para o Qt, e dividir o kdelibs. Ele também menciona o KWin, dizendo que o gerenciador de janelas em breve será capaz de usar o Qt 5, também. O próximo passo é ter KWin usando KMS (kernel-based mode setting) para enviar a imagem diretamente para o kernel para exibição. O objetivo é para que depois KWin seja capaz de funcionar como um “Wayland compositor”, com o objetivo a longo prazo de ter o KWin totalmente independente do X11.

Com informações da H-Online.

Lançado Kdenlive 0.9.4

Posted by admin On janeiro - 30 - 2013

30-01-2013_kdenlive_kdenlive-094-small

A equipe de desenvolvimento do Kdenlive, um dos principais softwares para edição de vídeos em ambientes GNU/Linux, disponibilizou a versão 0.9.4, que trata-se de versão com diversas correções de bugs e inclusão de novas “features”.

Alguns destaques:

DVD Wizard Reescrito
O Assistente de DVD foi quase todo reescrito, permitindo agora menus 16:9. O wizard também detecta automaticamente o formato de seus vídeos e propõe uma trandcoding se for necessário. Na verdade, você já pode soltar qualquer vídeo na Wizard e basta clicar em transcodificar para obtê-lo no formato de DVD correto.

A criação de menus permanece ainda muito básica, entretanto você pode adicionar uma sombra para o menu de textos para torná-los mais bonitos.

30-01-2013_kdenlive_dvdwizard_130-01-2013_kdenlive_dvdwizard_2
Melhores marcadores de clipe
Os marcadores de clipe (comentários que podem ser adicionados e utilizados para buscar no clipe) foram melhorados. Agora você pode ter várias categorias que aparecem em diferentes cores. Marcadores agora também podem ser importados e exportados, e são compatíveis com o formato do Audacity.

30-01-2013_kdenlive_markers

Captura de tela reescrito
Nas versões anteriores, captura de tela foi realizada através do utilitário recordMyDesktop. Isso causava sérios problemas já que criava vários arquivos que não eram corretamente suportados pelo MLT. Assim, nesta versão, o recurso de captura de tela agora conta com FFmpeg Libav / o que significa uma dependência a menos e uma captura mais confiável. Parâmetros de codificação podem ser ajustados pelo usuário.

Suporte para várias fluxos de clipes
Alguns aplicativos, como aplicação de chat de vídeo pode produzir clipes de vídeo que têm vários fluxos incorporados, por exemplo, onde você pode ver e ouvir a cada participante para uma conversa. Kdenlive agora detecta este tipo de clipes e permite que você importá-los como clipes separados de modo que você pode usar os diferentes fluxos.

Critério de análise de clipe
Um novo recurso também é introduzido nesta versão: análise de clipe. Em suma, podemos ter alguns efeitos MLT que analisam o clipe e armazenam o resultado para uso posterior. Os primeiros casos utilizáveis ​​são os seguintes:
Detecção automática de cena: Kdenlive agora pode analisar seus clipes para encontrar as diferentes cenas e adicionar marcadores ou cortar o clipe. O processo está muito lento, mas é um começo.
Rastreamento de movimento melhorado: Kdenlive agora também podem analisar o movimento de um objeto, e o resultado disso pode ser usado como quadros-chave para uma transição ou um efeito. Por exemplo, agora você pode ter um clipe de título que segue um objeto.

Melhorias de estabilidade e desempenho
Muitos esforços foram colocados em estabilidade e desempenho, a busca na timeline será mais suave, agora você tem de depuração de áudio ao usar OpenGL display, áudio poderá ser gravado durante a reprodução de seu projeto para efeitos de narração, e muito mais.

A lista completa de novos recursos além dos bugs corrigidos estão disponíveis aqui.

Se você não conhece o Kdenlive, recomendamos fortemente que o faça. É um excelente software de edição de vídeos. A equipe da Espírito Livre o utiliza e recomenda. Kdenlive é um poderoso e intuitivo editor de vídeo multi-track, que inclui as tecnologias de vídeo mais recentes. O software é totalmente gratuito, tal como definido pela fundação GNU.

Ficou interessado?! Visite o site oficial do Kdenlive.