Chamada de Trabalhos Para o VII Solisc Prorrogadas

Posted by Carol Souza On outubro - 29 - 2012

Foi prorrogada a chamada de trabalhos para o VII Solisc, que terminaria na sexta-feira, dia 26/10 para o dia 09/11/2012 e divulgação das palestras aprovadas – 12/11/2012.

As palestras devem ser preparadas para a duração de 50 minutos, incluindo o tempo para perguntas. Os trabalhos serão avaliados pelo comitê de programa do SoLiSC.

A organização do evento informa que todos os palestrantes aprovados terão isenção da inscrição do evento.

Lembrando que já está abertas as inscrições.

O link para inscrição da sua proposta de trabalho é www.solisc.org.br

Ubuntizar o Brasil

Posted by josemoutinho On julho - 2 - 2011

A Canonical, desenvolvedora da distribuição GNU/Linux Ubuntu, quer ubuntizar o mercado brasileiro. A distribuição está rodando em um milhão de computadores no país. Estuda parcerias de suporte, aumento na base instalada no governo e no segmento de OEMs brasileiro. No Brasil, o Ubuntu já vem instalado em PCs da Dell e da Positivo.

Como noticiou a Espírito Livre, 7/6, a Asus fechou uma parceria com a Canonical. A Asus venderá netbooks [franquia Eee PC] com o sistema operacional livre e de código aberto instalado. Inicialmente, três modelos com Ubuntu 10.10 instalado – Eee PC 1001PXD, 1011PX e o 1015PX.

O anúncio de ubuntizar o Brasil, foi feito por Jon Melamut, vice-presidente de Serviços OEM e Produtos da Canonical, durante o Fisl12, em Porto Alegre. A empresa assinou um acordo para migrar as máquinas da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Rio Grande do Sul, dentro um projeto piloto para uma migração mais ampla da base instalada do governo gaúcho.

O Brasil tem uma importante presença no uso do Ubuntu, segundo destacou Melamut. De 20 milhões de PCs que a Canonical estima ter no mundo rodando o Ubuntu (ou suas variáveis), 5% estão no país. Desses 5%, metade são de contratos com o Ministério da Educação (MEC). Além do MEC, o Exército, Serpro, Locaweb e o Buscapé estão na lista de empresas e entidades que usam o Ubuntu.

De acordo com Melamut, o crescimento da Canonical em máquinas – “sem venda de licenças é difícil saber um número exato”, desabafa – é de 45% ao ano.

“Acho que o grande diferencial nosso é que somos mais fáceis. Nós descobrimos que alguém está usando o Ubuntu e entramos em contato, querendo saber se eles querem alguma ajuda. Não tem burocracia nenhuma para os clientes corporativos”, declara Melamut.

Fonte: Revista Espírito Livre, com informações do www.baguete.com.br.

Lançado o minimalista GNU/Linux Porteus 1.0

Posted by josemoutinho On junho - 30 - 2011

Mais uma distribuição GNU/Linux na praça. Trata-se do Porteus versão 1.0. Baseado no Slackware, Porteus, como anunciam seus criadores, é uma distribuição portátil, leve, contundente e ultrarrápida. Como as demais, está disponível em edições 32-bit e 64-bit.

Porteus 1.0 é esteticamente semelhante à versão v09, mas com significativa melhorias. A mudança mais notável, conforme anúncio do site http://porteus.org, é a atualização do aplicativo de compressão LZMA para LZMA2.

A distribuição tem entre 250Mb (versão i486) a 299.3Mb (versão x86_64), com um tempo de boot ainda mais rápido.

Com gerenciamento de pacotes (ainda em evolução), o Porteus tem Kernel: 2.6.38.8, baseado no Slackware 13.37, KDE-4.6.4 (64bit) Trinity KDE-3.5.12 (32bit), Firefox 4, editor de texto Abiword 2.8.6, programa multimídia Amarok, Gimp 2.6.11, planilha eletrônica Gnumeric, gerenciador de boot Grub, o excelente gravador de CD K3B e muito mais. O sistema tem opção de backup / restore de dados durante sua instalação (com assistente), atualização para diversos idiomas, há opção de segurança de dados por criptografia.

A instalação é mais fácil, com usuários do Windows executando o arquivo win_start_here.hta e usuários linux rodando lin_start_here.sh.

Variante do Slax, este GNU/Linux irlandês, a exemplo de outros minimalistas, é excelente para ser executado direto do drive USB ou CD. A documentação é extensa e fácil leitura. Os scripts de inicialização foram refinados para uma área de trabalho ágil.

Confira mais detalhes em http://porteus.org

Políticas de Software Livre do Governo RS

Posted by josemoutinho On junho - 28 - 2011

O site softwarelivre.org noticiou, em 24/6, último,  que a comunidade de software livre tem mais uma oportunidade de colocar as políticas sobre o tema na pauta do governo do Rio Grande do Sul, na ferramenta “O Governador Escuta”, do Gabinete Digital – lançado em maio, visando a aproximação do governo com o cidadão através da internet.

Está em votação (aberta) uma pergunta sobre software livre. No primeiro mês, a mais votada do teve 858 votos. Quantos somos na comunidade Software Livre? A pergunta escolhida será respondida em vídeo diretamente pelo governador Tarso Genro. É a “democracia conectada”, cidadãos colocando o governo pra pensar o que nos interessa.

O softwarelivre.org convida a todos que votem: http://migre.me/55eYF

O Gabinete Digital já está aberto, tendo como preceito o uso de licenças livres. Nesta quarta-feir (29/6), às 14h, o governador Tarso Genro estará no Fisl12, em Porto Alegre, em mais uma agenda do “Governo Escuta”. Com o tema “Cultura, Democracia e Governos do séc. XXI”, Tarso Genro ouvirá especialistas que ajudarão a pensar políticas relacionadas à participação, transparência e tecnologia.

Saiba mais em softwarelivre.org

20 anos do Linux será marcado com selo comemorativo

Posted by josemoutinho On junho - 25 - 2011

O Projeto Software Livre Brasil e a Associação Software Livre.Org criaram um selo para celebrar os 20 anos do Linux, comemorados em 3 de abril, último. Trata-se de uma data muito importante para a comunidade Software Livre e para os amantes do GNU/Linux e que não podia passar em branco. O fisl12, a realizar-se nos dias 29/6 a 2/7, em Porto Alegre, é o palco perfeito para a celebração. Na oportunidade será lançado o selo (imagem anexa desta notícia) e distribuído. A ASL irá distribuir adesivos comemorativos durante o fisl12.

Inúmeras comemorações também estão programadas pela Linux Foundation, que criou um hotsite especial para divulgar as atividade, que incluem festas, concursos e vídeos. Todos os amantes e colaboradores do GNU/Linux pode participar, entre outras formas, colocando o selo no seu site, blog ou mídia social. E mais: não deixe de participar da fisl12, onde ganhará o adesivo e celebrará esse momento histórico em comemoração do GNU/Linux, o sistema operacional mais democrático da atualidade.

O 12º Fórum Internacional Software Livre – fisl12 ocorrerá entre os dias 29 de junho a 2 de julho, próximos, em Porto Alegre.

Para mais informações: http://softwarelivre.org

Poupe milhões com o Linux

Posted by josemoutinho On junho - 17 - 2011

O site odivelas.com publicou matéria sobre uma das principais vantagens do GNU/Linux: economia de vultosos recursos em Tecnologia da Informação (TI).

Para quem não se importa em gastar milhões e milhões – até mesmo desperdiçar, divido os exageros dos programas proprietário com suas atualizações, segue com os sistemas M$ Microsoft. Mas quem não gosta de ficar preso a tais condições, nem ter que recorrer à pirataria, tem espírito livre e valoriza o dinheiro ganho com muito suor, o GNU/Linux é a solução.

O GNU/Linux é efetivamente uma alternativa ao Windows, pois a pessoa deixa seu computador turbinado – com todos os programas profissionais necessários – sem gastar um tostão (ou quantia pequenina, em casos especiais). Essa foi a ideia da matéria de “odivelas”. É bom destacar que é importante que a comunidade GNU/Linux faça doações, contribuindo assim para a manutenção do trabalho, inclusive heroico dos desenvolvedores e colaboradores.

Sobre os computadores pessoais, a odivelas.com destacou as diversas distribuições Linux, como Centos, Debian e Ubuntu, por exemplo. E lembrou que, hoje, o Linux é mais amigável que no passado. O Ubuntu, o Linux Mint, são bons exemplo e uma prova de que um usuário Windows pode utilizar o Linux “à vontade” e “sem sentir qualquer dificuldade”.

Foi destacado, também, que as vantagens do Linux são para além do custo e da segurança. O Linux é menos permeável aos ataques diários aos computadores e foi concebido inicialmente como um sistema para trabalhar em redes.

Nesse sentido, o artigo resgata que a Microsoft acordou tarde para a internet e ao longo dos tempos tem tentado acertar o passo com algumas versões do Windows, não alcançando com o Windows ME ou o Windows Vista. Muitas empresas continuam usando o Windows XP e não veem razões para atualizar o SO da Microsoft. Por outro lado, o Linux tem sido atualizado permanentemente. Foi destacado que um SO Linux, como o Ubuntu, realiza, a exemplo do Windows, checagens e atualizações automáticas.

Um ponto importante no desfecho que artigo de odivelas.com foi o fato de que a fraca difusão do Linux no mercado não “têm nada a ver com o interesse dos cidadãos e do Estado que somos todos nós”.

Fonte: Revista Espírito Livre, com informações de http://odivelas.com

Lançado o Mandriva Linux 2011 Beta 3

Posted by josemoutinho On junho - 14 - 2011

O Mandriva apresenta o beta 3 para o seu Mandriva Linux 2011, em função dos desenvolvedores exigirem tempo adicional para o trabalho de estabilização. Nova data de lançamento da versão final será definida.

Com kernel Linux 2.6.38.7, o Beta 3 apresenta um novo arquivo de interface do usuário administrador (UI) Dolphin e nova interface para widgets, KDM e para o ambiente KDE. O painel do sistema, “stack folders” e o menu de inicialização do sistema também receberam atualizações.

O terceiro beta para o Mandriva Linux 2011 está disponível para download a partir de espelhos do projeto.

Para mais informações: http://wiki.mandriva.com/en/Mandriva_mirrors

Quer uma ajuda na escolha do Linux?

Posted by josemoutinho On junho - 14 - 2011

O portal http://www.zegeniestudios.net/ldc/index.php poderá te ajudar sobremaneira, em apenas alguns minutos, com perguntas sobre sua experiência em Linux e o objetivo que deseja alcançar com uma distribuição.

O jornalista e colaborador da Espírito Livre, José Carlos Moutinho, que usa o Linux Mint, fez o seu teste. E qual foi o resultado? Linux Mint e Ubuntu. Faça você também o seu teste, respondendo a perguntas objetivas no interessantíssimo site.

A IDG Now!, em matéria, recomendou a visita ao site, que explora os diversos aspectos das distribuições Linux. Trata-se de uma ferramenta ótima para os que desejam migrar para o mundo Linux.

A Zegeni Studios colheu dados das distribuições Linux mais populares, como: Fedora Core, Mandriva, OpenSuSE,  Debian, (Simply-)MEPIS, Ubuntu, Kubuntu, Linux Mint, PCLinuxOS, Gentoo,  Slackware, Arch Linux e Foresight Linux.

O site está preparado para vários idiomas, inclusive português, não pede doações, nem solicita preenchimento de cadastro do usuário.

Faça seu teste em http://www.zegeniestudios.net/ldc/index.php
http://idgnow.uol.com.br

Fonte: Revista Espírito Livre, com informações do IDG Now!

Deputados cariocas aprovam a adoção de Software Livre

Posted by admin On maio - 20 - 2011

Em função do alto custo na aquisição e atualização (em numerosas máquinas) do pacote de escritório da Microsoft [MS Office], a Assembleia Legislativo do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou o projeto de Lei 152/11, que adota preferencialmente o uso de documentos de formato aberto, ou ODF (Open Document Format) na administração pública direta, indireta, autárquica e fundacional. O PL 152 é de iniciativa do deputado Robson Leite (PT).

O ODF é o formato padrão de documentos gerados pelos pacotes livres LibreOffice (BrOffice) e OpenOffice, criados e mantidos pela comunidade GNU/Linux.

O Diário do Rio de Janeiro destacou que a aprovação da proposta deixa o Executivo mais próximo de passar pela adaptação pela qual a Alerj já passa. Os funcionários do Parlamento já têm a opção escolha entre sistemas operacionais: o Windows ou o Ubuntu (baseado em Linux), além disso a Alerj já vem usando o pacote BrOffice, totalmente gratuito, o que tem gerado economia aos cofres públicos.

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro(Alerj) aprovou, em segunda discussão, o Projeto de Lei 152/11, que estabelece a adoção preferencial do uso de documentos de formato aberto, ou ODF (Open Document Format), na administração pública direta, indireta, autárquica e fundacional.

Agora o PL 152 será enviado ao governador, que uma vez sancionado fará do Rio de Janeiro o segundo estado a adotar a medida. O primeiro é o Paraná, onde o software livre conta com grande disseminação nos estamentos governamentais, entre outros, inclusive de reconhecimento internacional.

O deputado Robson Leite prevê que a adoção do software livre no Rio representará uma economia de R$ 20 milhões por ano em licenciamento. Ele acrescentou, ainda, que a medida contribuirá para a geração de empregos, pois os programas proprietários (fechados) geram emprego e renda no exterior.

Fonte: Revista Espírito Livre, com informações do Diário do Rio de Janeiro e Monitor Mercantil.