Firefox Nightly agora possui suporte inicial ao WebGL 2

Posted by admin On January - 9 - 2016

firefox-nightly

Jeff Muizelaar, da Mozilla, revelou recentemente que o WebGL 2 está agora ativado por padrão nas builds do Firefox Nightly, a versão de testes do navegador da raposa. Com tudo, a implementação da API na edição prévia do browser ainda não está totalmente completa, mas está funcionando bem o suficiente para conteúdo mais moderno escrito para este suporte inicial.

Enquanto que o WebGL 1.0 é baseado no OepnGL ES 2.0, o WebGL 2.0 baseia-se no mais moderno OpenGL ES 3.0. O WebGL 2.0 está em desenvolvimento desde 2013, no entanto, a especificação oficial ainda não foi lançada. Em agosto de 2015 pensava-se que o WebGL 2.0 poderia ser lançado oficialmente antes do final do ano, mas, infelizmente, isso não aconteceu e, semelhante como aconteceu com a API Vulkan, só deve chegar este ano.

“Algumas semanas atrás, o WebGL2 foi habilitado no Nightly. A implementação ainda está faltando algumas funcionalidades como PBOs, MSRBs e objetos de escala, mas ele parece funcionar bem o suficiente com o conteúdo WebGL2 que nós tentamos. WebGL2 é baseada em OpenGL ES 3 e acrescenta consultas de oclusão, transforma feedback, grandes quantidades de funcionalidades de texturização e vários novos recursos para a linguagem de sombreamento, incluindo operações com números inteiros”, diz Jeff Muizelaar em um post em seu blog oficial.

Já faz alguns meses que a Mozilla vinha trabalhando no suporte ao WebGL 2.0. A nova versão da API pode ser amplamente adotada em parte pelos desenvolvedores por conta da Microsoft, por também estar participando do desenvolvimento.

Além disso, os desenvolvedores da Unity Engine também já revelaram seus planos para descontinuar o plugin proprietário Unity Web Player em favor da utilização de APIs de padrões abertos, como o próprio WebGL.

Se você possui a última versão disponível do Firefox Nightly e quer experimentar a novidade com um simples testes, acesse este link. Mas detalhes podem ser conferidos na postagem oficial de Jeff Muizelaar, clicando aqui.

Com informações de Phoronix, Jeff Muizelaar Blog e LinuxBuzz.