Disponibilizado vídeo sobre o Projeto Cauã

Posted by admin On abril - 16 - 2013

16-04-2013_project_caua

Foi disponibilizado um vídeo de apresentação do Projeto Cauã, Fase 1, que tem a frente Jon Maddog Hall como um de seus idealizadores. Maddog já fez inúmeras palestras apresentando o produto e como ele irá revolucionar a área do entretenimento doméstico, além de possibilitar empreendedores individuais a terem renda nos mais diversos mercados.

O vídeo pode ser visualizado abaixo:

Importante ressaltar que, segundo o projeto, esta seria a primeira fase do Projeto Cauã no Brasil e América Latina, atuando no mercado de entretenimento doméstico, através da comercialização de serviços e também do Raspberry Pi.

Para mais informações sobre o Projeto Cauã, visite http://projectcaua.org/

  • nohtype

    Acho que os links estão quebrados.

  • Olá caro leitor. A url do projeto é realmente http://projectcaua.org. Pelo visto está fora do ar nesta manhã, mas o serviço deve ser estabelecido em breve. Os administradores do serviço já foram notificados.

  • Maia

    Ainda fora do ar?

  • É, pelo visto sim. Estranho…

  • Bruno P. Kinoshita

    Estranho… acho que é algum problema no server talvez? Parece um problema de alias…

    Acessando http://projectcaua.org não funciona, mas acessando http://www.projectcaua.org funciona.

    []s

  • Cláudio Sampaio

    Já pensou em utilizar outras placas ARM que não o raspberry pi? Venhamos e convenhamos, o Raspberry é muito pouco potente, além de ser ARMv6 o modelo B ainda tem apenas 512 MB de RAM e apenas 700 MHz. Existem alguns ARM no mercado que saem por 50 dólares, talvez um pouco mais, e têm 1 GB de RAM com dual-core acima de 1 GHz, todos ARMv7. Muito melhores pra qualquer projeto de entretenimento. Basta dar uma olhada em liliputing.com ou cnx-software.com que você acha vários dispositivos adequados que rodam Linux perfeitamente.

  • Cláudio, na verdade acho que a escolha pelo Raspberry é pelo fato de ser uma plataforma aberta, com um hardware realmente mais inclinado para o opensource. Creio que seja isso. Já as outras alternativas que você mencionou (e que inclusive tenho aqui) apesar de rodarem o GNU/Linux não foram feitas para tal. O que tenho por exemplo vem com Android e para colocar uma distro qualquer, tem que fazer muuuuita coisa, o que por um lado quase inviabilizaria um projeto. Mas a ideia é boa sim (principalmente pela potência do hardware).

  • Cláudio Sampaio

    Hã? Não, você está enganado. O PCDuino, por exemplo, é hardware aberto e feito pra rodar GNU/Linux, inclusive com aceleração de hardware. O “ODROID U2” é “semi-aberto” e roda perfeitamente Ubuntu com aceleração de hardware também e é quad-core 1.7 GHz com 2 GB de RAM – apenas US$ 89. Mas existem vários outros; na minha opinião, permanecer na plataforma ARMv6 é relegar seu produto à obsolescência. Existem vários consoles baratíssimos com GNU/Linux que estão pra sair na plataforma kickstarter, desde o Ouyia até Gamestick, e todos usam algum ARM “decente”. Se quer competir com eles, você precisa de algo melhor.

    (Detalhe sobre o raspberry pi: eu li um texto sobre ele dizendo que o firmware dele e o processador auxiliar não são abertos — mas faz tempo e já não consegui achar a referência)