Archive for the ‘Novidades’ Category

89235.143773-Telegram

Nesta quinta-feira (25), o WhatsApp anunciou uma mudança em sua política de privacidade que gerou polêmica entre os usuários. Para quem não sabe, a partir de agora o mensageiro começará a compartilhar os dados de seus usuários com o Facebook, o que não está agradando a muitos.

De acordo com o WhatsApp, a iniciativa permitirá que haja maior integração entre os serviços, dando abertura, inclusive, para melhorias na segurança e na experiência dos usuários. Como a aceitação da nova política é obrigatória para continuar a utilizar o mensageiro, algumas pessoas estão questionando sobre a influência da conexão entre os serviços na proteção de informações.

Em comunicado, o WhatsApp garantiu que a criptografia de ponta-a-ponta não será comprometida: “Mesmo que estejamos trabalhando em colaboração com o Facebook, suas mensagens criptografadas permanecerão privadas e ninguém mais poderá lê-las. Nós, o Facebook ou qualquer outra pessoa estaremos impossibilitados de ler as suas mensagens.”

Diante da repercussão da mudança, o mensageiro rival, Telegram, fez questão de alfinetar o WhatsApp em um tweet: “Ao contrário de outros serviços, quando nós dizemos que não compartilhamos seus dados com terceiros, nós realmente falamos sério.”

Unlike other services, when we say we don’t share your data with third parties, we mean it. https://t.co/pyOS2407Fh

Com informações de Canaltech.

Raspberry_Pi_Android

Foi anunciado no último sábado, 25 de junho, o RaspAnd Build 160625, sistema operacional baseado no Android-x86 que promete levar o Android 6.0 Marshmallow para o Raspberry Pi 2 e Pi 3. Quem decidir se aventurar no SO irá encontrar os apps tradicionais da Google já pré-instalados, o que permite acessar praticamente todos os serviços da empresa de Mountain View, como a própria Play Store, Gmail, YouTube, Maps e Hangouts.

Além disso, outra boa notícia para quem é dono de um Raspberry Pi 3 e está interessado no sistema operacional é que também é possível encontrar suporte para as tecnologias Wi-Fi e Bluetooth já presentes no pequeno computador.

Entre outros aplicativos úteis adicionados, além dos já citados no inicio do artigo, está o Aptoide App Manager como uma alternativa para a Google Play Store, navegador Opera (versão 36.2.2126), AIDA64 para exibir informações do sistema, fazer diagnóstico e avaliação comparativa, Spotify (versão 5.6.0.674), Bluetooth File Transfer, WinZip, ES File Explorer e o game Clash of Clans.

A imagem binária mais recente do RaspAnd Build 160625 está disponível no site do projeto, onde você também irá encontrar mais informações detalhadas sobre como instalar o sistema operacional em seu dispositivo Raspberry Pi.

Com informações de Softpedia e LinuxBuzz.

143111.251249-TI

Após encontro entre o presidente interino Michel Temer e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo (Sindpd/SP), Antonio Neto, na última sexta-feira (10), no Palácio do Jaburu em Brasília, ficou acertado o envio do projeto de lei para regulamentação da profissão de TI pelo governo federal ao Congresso.

A produção da minuta deste projeto de lei será responsabilidade do Sindpd/SP e, segundo Neto, o não reconhecimento da profissão de TI é a principal demanda do setor atualmente. Sobre o envio, ele destacou: “Vamos preparar o projeto e enviar para a Casa Civil. Com o apoio do presidente, será enviado ao Congresso Nacional e vamos ver se ele [Temer] pode nos ajudar dando um regime de urgência nisso”.

O fato de a regularização da profissão ser um dos principais pleitos do setor não impede que outras reivindicações existam e recebam destaque. Diante disso, as demais solicitações foram entregues a Temer em um documento onde algumas das reivindicações incluem, por exemplo, a proteção às empresas públicas que atuam no segmento e também melhorias em questões tributárias e na política de desenvolvimento da área.

O Sindpd, ao elaborar o texto da carta, deixou claro que as questões estabelecidas pelo setor de TI não interessam apenas aos envolvidos, mas também ao País, de uma forma geral, já que determinado segmento é estratégico para o avanço econômico e social do Brasil. “Nosso segmento é promotor da inovação, de soluções eficazes para o aprimoramento da competitividade de todos os ramos da cadeia produtiva”, destaca Neto.

Longe de querer aparentar algo perfeitamente pronto, o presidente do Sindpd alega que o campo necessita de “mais regulação profissional, equilíbrio fiscal e incentivo por parte da esfera estatal”. Ainda na busca por um setor cada vez mais eficaz, Neto sugere a criação de um Fórum Permanente envolvendo representantes de trabalhadores, empresários, comunidade científica e governo, para estabelecer o desenvolvimento da área de TI.

Confira o material, na íntegra, entregue ao presidente interino Michel Temer, com as demandas solicitadas pelo setor de TI e seus respectivos detalhes:

Ilmo. Sr.

Michel Miguel Elias Temer Lulia

M. D. Presidente da República em Exercício

Senhor Presidente,

Como é de vosso conhecimento, o setor de tecnologia da informação é fundamental e estratégico para o desenvolvimento econômico e social do nosso País.

Nosso segmento é promotor da inovação, de soluções eficazes para o aprimoramento da competitividade de todos os ramos da cadeia produtiva. 

Na esfera pública, destacamos a importância vital da tecnologia da informação como potencial a ser utilizado em larga escala para aprimorar os serviços públicos, melhorar a qualidade de atendimento à população e perenizar o acesso das pessoas mais necessitadas à Educação, Saúde e programas sociais.

Este setor é sustentado por mais de 400 mil profissionais dedicados, com alto grau de escolaridade, com muita criatividade e capacidade de inovar. É também um segmento que ainda não alcançou seu grau de maturidade, sobretudo pela necessidade de mais grau de regulação profissional, equilíbrio fiscal e incentivo por parte da esfera estatal, cuja prioridade política se concentra em outros segmentos, importantes sem dúvida, mas sem a capacidade de levar o nosso País para um nível mais elevado cientificamente e economicamente.

Neste sentido, pedimos que o governo federal apoie e se sensibilize para as seguintes reivindicações dos trabalhadores:

1-DIREITOS

a)Regulamentação da profissão de tecnologia da informação – Este é um momento singular para a realização de um sonho dos profissionais de TI. Estão em tramitação no Congresso Nacional diversos Projetos, alguns sob articulação do Sindpd, para regulamentar a profissão de Analista de Sistemas e Técnico de Informática, em especial o PL 5101/2016, que visa valorizar o profissional qualificado e garantir segurança para a sociedade, uma vez que este segmento atua em setores sensíveis para a segurança e integridade física da população;  

b)Manutenção dos direitos trabalhistas e previdenciários – A legislação trabalhista em vigor, mesmo após centenas de alterações, representa uma base mínima na proteção dos trabalhadores ao estabelecer padrões elementares de dignidade e segurança, impedindo a sobreposição da força do capital ao trabalho;

c)Aumento da fiscalização a contratações ilegais – O trabalho de fiscalização realizado por nosso sindicato promoveu a redução acentuada das contratações de profissionais que ferem a legislação, tais como os conhecidos “PJs” e falsas cooperativas. Nos últimos quatro anos, somente em São Paulo, ampliamos o número de celetistas de 78% para 93%, restando um universo de 7% a serem integrados ao mercado formal. 

Além de prejudicar os trabalhadores, deixando-os desemparados em seus direitos, este tipo de contratação provoca grande perda para o Estado, em especial para a Previdência Social. Por isso pedimos a criação de uma força tarefa a fim de endurecer a fiscalização contra as empresas que praticam este tipo de delito.

2-EMPRESAS PÚBLICAS

a)Fortalecimento das Empresas Federais – As empresas Serpro, Dataprev e Cobra são fundamentais para o Estado. A valorização dos servidores e a estruturação da empresa são esteios para o bom funcionamento das atividades do Estado Brasileiro e dos serviços prestados à sociedade;

b)Retirada do PLP 257 – Pedimos a retirada do Projeto de Lei Complementar (PLP 257/2016), que propõe a renegociação das dívidas dos estados e do Distrito Federal em troca de enormes prejuízos aos servidores públicos ou a supressão de todos os itens que propõem o congelamento dos salários, a redução da folha de pagamento, a suspensão de concursos e o incentivo à privatização das empresas estatais estaduais e municipais. 

3-APERFEIÇOAMENTO TRIBUTÁRIO E POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO 

a)Unificação do PIS/Cofins para o setor de software e serviços de TI, além da manutenção e aperfeiçoamento da Lei do Bem e reestabelecimento de reduções tributárias sobre equipamentos voltados à Inclusão Digital;

b)Priorizar e incentivar a universalização dos meios para promover a inclusão digital, desenvolver políticas públicas de incentivo ao desenvolvimento local de produtos e soluções de internet, incrementar uma política de atração de investimentos para datacenters;

c)Manter e ampliar o programa Ciência sem Fronteiras, investir em centros de pesquisas e criar o Vale do Silício Brasileiro;

d)Priorizar a compra de produtos e serviços de TI nacionais.

Tais medidas podem ser aprimoradas e potencializadas com a criação de um Fórum Permanente, reunindo trabalhadores, empresários, comunidade científica e governo, tendo como objetivo o pleno desenvolvimento do setor, bem como a valorização e desenvolvimento profissional dos trabalhadores que são os grandes responsáveis pelo sucesso do setor de tecnologia da informação brasileiro.

Um fraterno abraço.

Antonio Fernandes dos Santos Neto

Presidente da CSB e do Sindpd

Com informações de Convergência Digital e Canaltech.

AMD-Feature-Cover2

O AMDGPU, driver de vídeo open source da AMD, também será compatível com GPUs mais antigas da empresa, especialmente para a série Radeon HD 7000, mais conhecida como Southern Islands, ou seja, hardware GCN 1.0. Espera-se também que um suporte experimental para a família de placas de vídeo em questão esteja disponível muito em breve.

A informação vem de um comentário feito por John Bridgman, da AMD, no Reddit quando foi questionado por um usuário se o driver de vídeo open source da empresa, que já vem implementado nas novas versões do Linux Kernel, também terá suporte para hardware GCN 1.0.

“O suporte para SI [Southern Islands] no amdgpu está fazendo bom progresso, esperando para obter o primeiro código público nas próximas duas semanas”, diz John Bridgman. “Assim que tivermos realizado testes suficientes com o suporte e corrigirmos erros suficientes que deixe-o ser um substituto digno para o radeon, vamos trabalhar com o mantenedor superior para fazer alguns testes públicos, em seguida, ativá-lo por padrão (desativando o radeon para os mesmos chips compatíveis com o amdgpu).”

Como já se passaram duas semanas desde que John Bridgman publicou seu comentário, tudo leva a crer que, caso ainda não tenham iniciado os testes públicos em que ele se refere em seu texto, deve começar muito em breve. Mesmo que o driver de vídeo Radeon DRM ofereça um suporte maduro para a família Southern Islands, o novo driver proprietário da empresa que traz a API Vulkan, o AMD Radeon GPU-PRO, só irá rodar dobre o AMDGPU, mas não com o Radeon, que é compatível com placas de vídeo mais antigas, como as séries de GPUs Radeon HD 5000 e 6000.

Assim que o patch para o AMDGPU com suporte para a família de GPUs Southern Islands estiver disponível, ainda levará um tempo para que ele seja implementado no Linux Kernel. Provavelmente, chegará tarde de mais para ser revisto e adicionado ao Linux Kernel 4.7, mas deve ser integrado na versão 4.8. No entanto, ainda estará desativado por padrão para que sejam realizados mais testes até que tudo seja considerado estável para o usuário final.

Com informações de Phoronix, Reddit e LinuxBuzz.

copy2_of_Vlibras1
Simplificar e promover o acesso à informação para 9,5 milhões de brasileiros que possuem deficiência auditiva. Este é o objetivo da Suíte VLibras, lançada hoje (5) pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP), em Brasília. As soluções digitais traduzem textos e vídeos do português para a Língua Brasileira de Sinais (Libras). A iniciativa é uma parceria do MP com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Câmara dos Deputados.
“Para construirmos a nossa igualdade, nós precisamos fazer com que todos que somos diferentes tenhamos oportunidades iguais. Somente desta maneira vamos construir uma sociedade mais democrática e justa”, disse o secretário-executivo do MP, Francisco Gaetani na abertura do evento. A Suíte VLibras é um conjunto de softwares públicos, desenvolvidos totalmente em código aberto. A solução pode ser baixada gratuitamente no Portal do Software Público Brasileiro (SPB).
Ao utilizar as ferramentas, os surdos reduzem as barreiras de comunicação na web. A Suíte VLibras possui atualmente um dicionário com mais de 11 mil termos, que pode ser ampliado e aperfeiçoado pela comunidade de deficientes auditivos. O conjunto de soluções públicas permite ainda a tradução de vídeos digitais para a língua de sinais pela ferramenta Vlibras-Vídeo.
“Trabalhamos por um Brasil 100% digital e isso tem que ser para todos os brasileiros. Nem todos os surdos são alfabetizados em português, o VLibras vem justamente para atender a estas pessoas, para que qualquer conteúdo disponibilizado na internet possa ser traduzido para Libras”, complementou o secretário de Tecnologia da Informação do MP, Cristiano Heckert.
Uma das novidades da última versão da Suíte VLibras é a WikiLibras, ferramenta que permite aos usuários colaborarem com a construção do dicionário em Libras. Com a solução, a comunidade de surdos pode ensinar o Ícaro, o avatar do VLibras, a fazer um sinal e corrigir outro que esteja errado. “Convido as pessoas com deficiência auditiva a conhecer esta ferramenta, pois ela foi construída para vocês. Nela, é possível para a comunidade contribuir com a definição novos sinais”, convocou professor e coordenador do projeto VLibras na UFPB, Tiago Maritan. Na WikiLibras, também é possível avaliar e dar nota para os sinais.
Sinais Legislativos
O trabalho de desenvolvimento de novos sinais no VLibras já conta com uma parceria com a Câmara de Deputados. O órgão cedeu servidores da TV Câmara para a inclusão de mais gestos nos softwares. “Mais de 1.200 sinais estão sendo inseridos por esta iniciativa”, disse a coordenadora do Programa de Acessibilidade da Câmara, Adriana Padula Jannuzzi, que informou ainda que o próximo passo é incluir sinais jurídicos nas ferramentas.
O VLibras também está disponível para dispositivos móveis. Os interessados em utilizar as ferramentas podem baixar os aplicativos gratuitamente na Google Play e na Apple Store.

Contribua com o wiki: http://wikilibras.lavid.ufpb.br

O código-fonte está disponível em: https://softwarepublico.gov.br/social/suite-vlibras

Com informações de Planejamento.Gov.Br.

 

16-03-2013_fisl-logo

O Fisl17 terá um espaço especial para a realização de Minieventos pelas Comunidades.

O processo de inscrições já foi finalizado e as comunidades contempladas são as seguintes: Comunidade KDE com o Minievento Engrenagem; Comunidade PostgreSQL com o Minievento PGDay POA; Comunidade Mozilla com o Minievento Mozilla Brasil; Comunidade Drupal com o Minivento DrupalCamp POA 2016 e Comunidade Python – Minievento PyLadies.

As datas e atividades podem ser conferidas aqui: http://softwarelivre.org/fisl17/programacao/minieventos.

16-03-2013_fisl-logo

De 4 a 6 de maio de 2016 acontece o Pré-FISL Tecnosinos, um aquecimento para a 17ª edição do Fórum Internacional Software Livre (FISL17), que será realizado em julho, em Porto Alegre. Durante o evento, será possível acompanhar diversas atividades sobre temas como Internet das Coisas, Segurança e PHP, Diversidade Sexual no Ambiente de Trabalho, Docker,  Open Stack e muitos outros, além de preparar sua caravana para o FISL17. Não é necessário se inscrever com antecedência e a entrada é gratuita. As atividades ocorrem das 18h às 22h nos dias 04 e 05 e das 18h às 21h no dia 06. Em breve a programação completa do evento estará disponível AQUI. Acompanhe!

As atividades acontecem no Tecnosinos, Parque Tecnológico de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. O local abriga há mais de 10 anos empresas nas áreas de Tecnologia da Informação, semicondutores, automação e engenharias, Comunicação e Convergência Digital, Tecnologias para a Saúde e Energias renováveis e tecnologias socioambientais.

Para o sócio da Associação Software Livre.Org, Cristiano Kubiaki, um dos organizadores da iniciativa, o evento é importante por estimular a criação de um espaço que estimula a diversidade. “A união do parque e da universidade cria um ambiente que é a cara do FISL, diversificado e multicultural, perfeito para falarmos sobre Software Livre, Igualdade de Gênero e Diversidade Sexual no ambiente de trabalho. Fomos muito bem recebidos pela direção do Tecnosinos desde o primeiro momento. Torcemos para essa atividade seja a primeira de muitas no campus”, afirma.

Internet das Coisas é tema da edição de 2016 do FISL
Para esta edição do FISL, o tema de destaque será a Internet das Coisas (IoT, do inglês Internet of Things), assunto em pauta nos mais variados âmbitos da tecnologia e mercado, anunciado como a revolução tecnológica que representa o futuro da computação e da comunicação ao conectar em rede os mais diversos objetos e aparelhos do dia-a-dia, como eletrodomésticos e roupas.  No FISL, porém, além das atividades expondo avanços técnicos em campos como sensores wireless e nanotecnologia, bases de dados, redes e identificação de dispositivos, o tema será abordado com um enfoque diferente: “Internet das coisas ou das pessoas? A importância do software livre no futuro de todos (os) nós”. A provocação vai ao encontro da tradição do evento de se pensar a tecnologia de forma crítica, problematizando questões como liberdade e segurança dos usuários e das próprias redes de telecomunicações.

Realizado desde o ano 2000 pela Associação Software Livre.Org, o maior encontro de comunidades de software livre da América Latina e um dos maiores eventos de Tecnologia da Informação do mundo anualmente reúne técnicos, educadores, empresários, estudantes e ativistas do conhecimento livre e compartilhado durante quatro dias de intensa programação de palestras, debates e atividades formativas, além de mostras e exposições de tecnologias livre inovadoras.

O TECNOSINOS
Eleito por duas vezes o melhor Parque Tecnológico do Brasil pela Anprotec – Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores, o Tecnosinos tem 75 empresas e gera mais de 6 mil empregos. Seu objetivo é fomentar novas economias da área da tecnologia orientadas pelo empreendedorismo inovador e auxiliar no desenvolvimento sustentável da região.  Está localizado no entorno da Unisinos que com os seus 46 anos, possui  cerca de 31 mil alunos em cursos de graduação, pós-graduação e extensão, nas modalidades presencial e EAD.

SERVIÇO
Pré-FISL Tecnosinos
04 a 06 de maio de 2016
Tecnosinos São Leopoldo – RS.
Entrada franca.

firefox16

Foi lançado nesta terça-feira (26) mais uma nova versão do navegado da fundação Mozilla, o Firefox 46.0, trazendo a integração GTK3 para a plataforma Linux, juntamente com a melhorias na segurança do compilador JavaScript Just In Time (JIT) e suporte para usar o Content Decryption Module (CDM) como um fallback para descodificar fluxos H.264 e AAC não criptografados.

Esta nova versão do navegador trata-se de um pequeno lançamento, pelo menos de acordo com as notas de lançamento disponível no site oficial da Mozilla. Entre outras mudanças presentes no browser da raposa, podemos citar melhorias na estabilidade e desempenho da API WebRTC, suporte para document.elementsFromPoint no HTML5 e adicionado compatibilidade ao HKDF para Web Crypto API.

Provavelmente, o Firefox 46.0 chegará para você através das atualizações da sua distribuição Linux. E antes que você pergunte, esta nova versão do navegador ainda não está disponível como um pacote Snappy (.snap). Contudo, caso você não queira mais esperar, já é possível fazer download do browser através de seu site oficial, clicando aqui.

Com informações de Mozilla, OMG! Ubuntu! e LinuxBuzz.

Logo - ForumEspiritoLivre_12FEL_teste4

A programação do 12º Fórum Espírito Livre estará distribuída em 3 dias de atividades no município de Vila Velha/ES.

O evento é gratuito, porém com inscrições antecipadas no site do evento e no credenciamento, no dia do evento.

As inscrições podem ser feitas neste link e a programação já está disponível aqui. Haverão palestras e minicursos disponíveis, além, é claro, do Arduino Day ES.

Detalhes sobre o evento podem ser consultados diretamente no site oficial.

 

linux-mint-logo

Apesar dos problemas envolvendo hackers logo no início do ano, o projeto Linux Mint continua a todo vapor e o líder da equipe, Clement Lefebvre, através de uma postagem publicada no último domingo (10), falou um pouco mais sobre os recursos que estarão presentes na próxima versão do sistema operacional, o Linux Mint 18, que estará disponível também como uma atualização gratuita para todos os usuários do atual Linux Mint 17.3.

Primeiro de tudo, a grande novidade é que o Linux Mint 18 vai oferecer para os seus usuários os ambientes gráficos nos seus respectivos sabores (Cinnamon Edition e MATE Edition) Cinnamon 3.0, que ainda está em desenvolvimento, e o MATE 1.14, lançado recentemente com inúmeras melhorias em diversas áreas, incluindo um melhor suporte para GTK+ 3.

“Vamos falar um pouco sobre o desenvolvimento deste mês. Ainda é muito cedo para falar sobre algumas das grandes coisas que estamos trabalhando (painéis verticais e múltiplos backgrounds no Cinnamon, novo ícone e temas GTK), mas algumas mudanças legais já chegaram, por isso vou tentar dar a você uma pequena visão geral”, diz Clement Lefebvre em sua postagem.

O Linux Mint 18 será lançado com uma nova versão do software Update Manager, o gerenciador padrão de pacotes que agora conta com suporte para HiDPI, widgets e animações na tela principal e de preferências, além da possibilidade de usar temas alternativos, bem como novas configurações para a seleção de atualizações do kernel.

Além disso, haverá uma janela de seleção do kernel renovada, permitindo que os usuários possam ter em mãos informações atualizadas sobre os kernels disponíveis, como também explica o que é um kernel, como selecioná-los no momento da inicialização, o que acontece com módulos DKMS quando vários núcleos estão instalados e muito mais. Sem falar que o Update Manager agora contará com uma tela exclusiva para configurar as atualizações.

Ainda, de acordo com Clement, o Cinnamon 3.0 contará com uma nova janela de configuração de som, completamente reescrita em Python. Quanto aos novos ícones e temas, o Linux Mint 18 deve possuir ambos Mint-X e o novo Mint-Y (nome não oficial), sendo este último baseado no popular tema GTK Arc e ícone Moka.

Neste link, você confere a postagem completa de Clement Lefebvre, além de ter acesso a mais detalhes. Para mais novidades sobre o Linux Mint e tudo que gira no universo Linux, fique ligado no LinuxBuzz.

Com informações de Softpedia, Linux Mint e LinuxBuzz.

Lançada edição n.76 da Revista Espírito Livre

Posted by admin On abril - 13 - 2016
Revista Espírito Livre - Ed. #076 - Julho 2015

Revista Espírito Livre – Ed. #076 – Julho 2015

Revista Espírito Livre - Ed. n #076
Revista Espírito Livre - Ed. n #076

Novamente temos a honra de participar deste, que é um dos mais importantes eventos de software livre do Brasil e talvez do mundo. O FISL já se consolidou como o destino de milhares de usuários, que durante dias, experimentam o que há de melhor quando se fala em código aberto, cultura livre, padrões abertos e de tantos outros assuntos que circulam no mundo do software livre.

O evento, assim como nos anos anteriores, se aproxima de temáticas diversas, envolvendo empreendedorismo, educação, inovação, que necessariamente não estão dentro da tecnologia da informação mas fazem uso dela, inevitavelmente. Como pensar atualmente em educação sem as redes sociais ? Como desenvolver o empreendedorismo na nossa safra de jovens sem o uso das novas tecnologias? Como pensar nestas novas tecnologias sem falar de conceitos ligados a inovação, elemento primordial para o desenvolvimentos de outras novas tecnologias? Entendo que pensar nestes assuntos e não falar de software livre e código aberto seria simplesmente impossível. Se formos atrás do que há de mais recente em inovação, certamente iremos nos deparar com linguagens de programação abertas, código aberto, conceitos de licenças livres, padrões abertos e tantos outros temos que, para quem já respira essa atmosfera, nem chega a ser novidade.

Tente imaginar a cabeça de um “calouro”, na sua primeira vez em um evento da magniture do FISL? É coisa de maluco! Digo isso com conhecimento de causa, pois a primeira vez que participei de um evento com essa estrutura, eu simplesmente não sabia por onde começar.

Hoje, através da Rede Espírito Livre posso dizer da enorme importância de eventos como o FISL. Inúmeras pessoas relacionadas ou não a comunidades de software livre entendem que nos eventos, a coisa que normalmente está no campo do digital, se materializa, tornando-se real. Pessoas, projetos e ideias encontram um terreno fértil para germinar. E espero seriamente que o FISL continue sendo este terreno.

Inscrições abertas para o 13º Fórum Espírito Livre

Posted by admin On março - 11 - 2016

wp_st

As inscrições já estão abertas para o 13º Fórum Espírito Livre, que acontece de 8 a 10 de junho de 2016 no IFES Santa Teresa, em Santa Teresa/ES.

O 13º Fórum Espírito Livre está recheado de novidades e você não pode perder:

– Hackathon Dev Mobile

Haverá uma maratona de programação que durante o evento estará direcionada a produzir aplicativos mobile com diversas temáticas. Os melhores trabalhos serão premiados!

As inscrições para o Hackathon Dev Mobile podem ser feitas aqui.

– Feira de inovação, empreendedorismo, negócios livres e InovaSpace

A sua ideia pode sair do papel, se unir a outras ideias e se tornar um produto ou serviço. Já pensou nisso? A proposta de importante espaço será o de permitir que ideias, makers, desenvolvedores e tantos outros agentes de criação se encontrem e exponham suas ideias a fim de compartilhar e construir novas “invenções”, sejam elas, hardware, software, serviços, entre outros. O InovaSpace é o espaço ideal para você apresentar sua ideia e buscar apoio ou financiamento.

As inscrições para a Feira de Inovação, empreendedorismo, negócios livres e InovaSpace podem ser feitas através do email contato@espiritolivre.org.

– Hackathon Game Design

Imagine uma maratona de programação para o desenvolvimento de games. Imaginou? É isso que o 12º Fórum Espírito Livre terá! Durante o evento os melhores games serão premiados e você não pode ficar de fora!

As inscrições para o Hackathon Game Design podem ser feitas aqui.

– Chamada aberta de palestras e minicursos

Quer palestrar ou ministrar um workshop durante o evento? Basta submeter sua atividade neste formulário.

Assim como em outras edições do Fórum Espírito Livre, o evento será gratuito, porém com inscrições antecipadas no site do evento e no credenciamento, no dia do evento.

O 13º Fórum Espírito Livre acontecerá de 8 a 10 de junho de 2016 no IFES Santa Teresa, em Santa Teresa/ES.

Importante ressaltar que para participar de qualquer atividade no evento, seja nas maratonas, palestras, minicursos ou feira, é necessário se inscrever como participante. Então participe você também! As inscrições podem ser feitas aqui.

Se quiser saber mais informações sobre o evento, basta visitar o site oficial do 13º Fórum Espírito Livre.

darktable-2-0

Já está disponível mais uma nova versão do editor de imagens RAW multiplataforma, gratuito e concorrente direto do Lightroom, da Adobe, o Darktable 2.0.2 que, de acordo com as notas de lançamento, traz suporte para os formatos de arquivos DNG (Digital Negative) e XMP, juntamente com compatibilidade oficial com a câmera digital Fujifilm X-Pro2.

Além disso, também foi adicionado perfis de ruído para as câmeras digitais Fujifilm X-T10 e Pentax K-S2, está última também recebeu predefinições de balanço de branco. Outra mudança interessante é que o Darktable agora exige Glib 2.40 ou posterior como dependência na hora da instalação.

O Darktable 2.0.2 também traz diversas correções para vários problemas relatados pelos usuários desde a versão anterior. Entre as mais importantes, podemos citar melhorias para HiDPI, GCC 6 e Markesteijn. Além disso, a interface do usuários está mais estável e há atualizações de tradução, especialmente para hebraico, alemão e sueco.

Para mais detalhes sobre todas as novidades implementadas no Darktable 2.0.2, confira o anúncio através deste link. Os links para download estão disponíveis no site oficial, clicando aqui.

Com informações de Softpedia, Darktable e LinuxBuzz.

Raspberry Pi ganha nova versão com Wi-Fi e Bluetooth integrados

Posted by admin On fevereiro - 29 - 2016

124853.211917-Raspberry-Pi-3

Comemorando o quarto ano desde seu lançamento como o computador mais barato do mundo, o Raspberry Pi ganha sua terceira versão nesta segunda-feira (29). E, em meio a melhorias de hardware, chega a grande novidade que deve agradar aos entusiastas – o dispositivo, finalmente, possui conexões Wi-Fi e Bluetooth integradas em seu pacote básico, dispensando a aquisição de hardware adicional, como era feito até agora.

O preço, entretanto, continuou baixo: US$ 35, ou cerca de R$ 140. Pelo valor, o comprador leva para casa um computador com processador ARM Cortex-A53 com 1,2 GHz e quatro núcleos e 1 GB de memória RAM. Além das já citadas conexões sem fio, o aparelho também vem com quatro entradas USB, uma porta Ethernet, conexão para cartão microSD e uma saída HDMI, além, claro, do conector para o plugue de alimentação.

Em termos de performance, mais uma vez, trata-se de um pequeno notável, com a organização Raspberry Pi, responsável pela fabricação, indicando que a nova versão é dez vezes mais rápida que a primeira, que surpreendeu o mercado quando lançada, em 2012. O novo aparelho também é plenamente compatível com projetos e sistemas criados para as versões anteriores, e elas, inclusive, continuam à venda. A diferença, na comparação com o modelo anterior, além da conectividade sem fio embarcada, é a performance 33% melhor do processador e 60% maior pela mudança de arquitetura, dos 32 para os 64-bits.

O trabalho de cerca de seis meses no design e desenvolvimento do aparelho também levou a um sistema que ocupa quase que o mesmo espaço de seus antecessores, sendo a posição dos LEDs o único diferencial aqui. Eles mudaram de lado para abrir espaço para a antena Wi-Fi, o que significa que cases que abrigavam os antigos Raspberry Pis podem não ser compatíveis com a nova versão.

De acordo com a fundação, o lançamento acontece já nesta segunda-feira por meio da internet e também de revendedores autorizados em países como os Estados Unidos. No Brasil, entretanto, não existe representação oficial, e um Raspberry Pi 2, por exemplo, sai por valores que variam em torno dos R$ 270 por aqui.

Com informações de Raspberry Pi Foundation e Canaltech.

Site do Linux Mint foi invadido e ISOs foram comprometidas

Posted by admin On fevereiro - 21 - 2016

linux_mint_red_story

Em um anúncio surpreendente, Clement Lefebvre – líder do projeto Linux Mint – disse que o site do Linux Mint foi comprometido e que hackers foram capazes de editar o site para apontar para um ISO maliciosa do Linux Mint 17.3 Cinnamon edition, no último sábado, 20 de fevereiro.

Então, se você baixou o Linux Mint 17.3 Cinnamon edition antes do sábado ou baixou uma versão diferente / sabor (incluindo Linux Mint 17.3 Cinnamon via torrent ou link HTTP direto) não estão afetados. Vale a pena mencionar que, desde que a equipe tomou conhecimento do ocorrido, os links foram corrigidos e tudo já voltou de volta ao normal, sendo seguro baixar as ISOs do Linux Mint novamente.

O post no blog de Lefebvre explica como os usuários podem verificar a assinatura MD5 de qualquer ISO que o usuário achar que pode ter sido infectada. Os usuários que têm uma ISO infectada são aconselhados a eliminar a ISO, descartando o CD (caso tenha sido gravado em mídia de disco) ou formatando o pendrive (ou outro dispositivo usb e/ou cartão de memória).

Para aqueles que usaram a ISO para instalar o sistema operacional em seu computador, são recomendados os seguintes passos:

– Deixe o computador offline,
– Faça o b
ackup de seus dados pessoais,
Reinstale o sistema operacional (com um nova ISO limpa) ou formate a partição,
E altere as senhas para sites que você usou – especialmente contas de e-mail.

Não está claro ainda se a equipe tem planos de colocar as autoridades atrás dos hackers. As ISOs e o site que o backdoor contacta estão hospedados em Sofia, na Bulgária. A equipe do Mint alega ter o nome de três pessoas que poderiam estar envolvidas com o ataque, dando às autoridades um bom lugar para começar, se forem investigados.

Então, para esclarecer, as ISOs que agora está no site do Mint estão limpas – somente aqueles que o fizeram o download de uma ISO no sábado, 20 de fevereiro, tem com que se preocupar. O Linux é normalmente conhecido por ser bastante resistente à malwares, graças à arquitetura do sistema operacional, bem como a sua relativa obscuridade, quando comparado com o Windows.

Com informações de Linux Mint Blog, Softpedia e Neowin.

Já existe um emulador de PlayStation 3 para PC e ele funciona!

Posted by admin On fevereiro - 4 - 2016

56740.207509-PlayStation-3

Parece apenas questão de tempo para que um emulador pleno de PlayStation 3 esteja disponível para download. O mais recente passo em direção a isso pode ser conferido no vídeo aqui embaixo, que mostra o game After Burner Climax rodando em um computador com a ajuda do emulador RPCS3.

O programa é um emulador de código aberto desenvolvido em C++ e, de acordo com a descrição do vídeo, as imagens foram capturadas em tempo real. Olhando a filmagem, é possível perceber que algumas melhorias ainda são necessárias e, convenhamos, After Burner Climax não é o jogo mais graficamente exigente do PlayStation 3. De qualquer maneira, é possível notar uma evolução desde dezembro do ano passado, quando foi ao ar o primeiro vídeo do game emulado.

Mesmo que a passos lentos, o emulador de PS3 vai surgindo. O futuro parece ser bem interessante quanto a isso.

Com informações de John GodGames/YouTube e Canaltech.

Oracle anuncia fim do plugin Java

Posted by admin On janeiro - 30 - 2016

97825.160075-Java

A Oracle anunciou em um comunicado o fim do plugin Java para navegadores. A companhia explicou que não faz mais sentido mantê-lo, visto que muitos browsers já não permitem mais a instalação de softwares desse tipo.

A partir da versão 9 do JDK (Java Development Kit), o plugin, que foi adquirido em 2010 junto à Sun Microsystems, já virá desativado e, posteriormente, será excluído totalmente em futuras versões do JRE (Java Runtime Environment).

O plugin Java dificilmente fará falta para alguns usuários. O Google Chrome começou a barrar a instalação de plugins em abril do ano passado, enquanto que a Mozilla anunciou planos semelhantes para o Firefox em outubro. O Microsoft Edge foi desenvolvido sem qualquer suporte a plugins. Levando em conta estes fatores, não faz sentido para a Oracle continuar a apoiar o software. Somente o Internet Explorer 11, que só está recebendo atualizações de segurança, ainda é compatível com o Java.

Com a chegada do HTML5, a necessidade de utilizar plugins para os navegadores tem diminuído consideravelmente. Atualmente, as versões mais recentes do Google Chrome e Microsoft Edge, por exemplo, não contam com suporte NPAPI ou ActiveX, a base para plugins como o Java.

Com informações de Ars Technica e Canaltech.

Remix OS agora respeita ambas as licenças GPL e Apache

Posted by admin On janeiro - 24 - 2016

remix-os

O Remix OS é baseado no projeto Android-x86 e isso significa que ele deve estar usando o mesmo tipo de licenciamento. Apenas há exceção quando os desenvolvedores acrescentam algo de novo no projeto e querem licenciar de uma maneira diferente, mas, neste caso, eles foram forçados a ter ambas as licenças GPL e Apache. Na verdade, o Android-x86 usa o mesmo tipo de licença, já que a fonte original é o Android.

Alguns usuários tem notado que Remix OS foi licenciado apenas com Apache, algo que a comunidade Linux não parece aceitar. Acontece que, aparentemente, era apenas um descuido e os desenvolvedores foram rápidos em corrigir o problema, uma vez que eles se tornaram conscientes disso.

Nem o Remix OS Flash Tool escapou

Além da imagem ISO previa do Remix OS, os desenvolvedores também ofereceram o Remix OS Flash Tool, o que permitiu que os usuários do Windows criassem facilmente dispositivos USB bootáveis do sistema operacional. Acontece que ele é baseado em UNetbootin, que é GPL. Porém, depois que o problema veio a tona, a aplicação é agora faz uso da licença GPL e, atém mesmo, o código fonte está disponível também no GitHub.

Este é um passo importante para Remix OS, que está tentando estabelecer-se na comunidade como uma alternativa poderosa.

Com informações de Softpedia e LinuxBuzz.

120555.203539-Mozilla-Persona

A Mozilla anunciou nesta semana que vai encerrar o Persona, seu sistema de login em plataformas sociais. De acordo com a companhia, o programa será descontinuado simplesmente pela baixa adesão de usuários nos anos em que esteve na ativa. As atividades serão encerradas em 30 de novembro de 2016.

O Persona funciona como uma espécie de substituto à necessidade de ter que digitar senhas toda vez que você precisa acessar sites como Twitter e Facebook, ou em páginas que oferecem suporte à ferramenta. Suas senhas ficavam armazenadas no próprio Persona e não nos sites visitados. Dessa forma, além de dar mais segurança ao internauta, o serviço reduz os riscos da sua conta ou informações pessoais digitadas nos sites que você mais utiliza serem hackeadas.

Além disso, a companhia liberou a API do Persona para permitir que desenvolvedores pudessem aprimorá-lo nas versões dekstop e mobile. Neste caso, voluntários e ex-contribuidores pagos passaram a ser os principais responsáveis por tomar conta do serviço, que até março de 2013 estava nas mãos de desenvolvedores em tempo integral na empresa. Vale lembrar que os códigos do programa continuarão disponíveis no Github mesmo após seu encerramento, uma vez que a plataforma é open source.

Ainda segundo a Mozilla, hospedar o serviço “no nível de segurança e disponibilidade exigidos para um sistema de autenticação” é um empreendimento significativo e que não pode mais justificar dedicar seus recursos limitados ao projeto. “Faremos de tudo para encerrá-lo de uma maneira educada e responsável”, garantiu a entidade. De agora em diante, a empresa justifica que “questões de segurança serão resolvidas em tempo hábil e que os serviços online [do Persona] continuarão online”, mas que não serão desenvolvidas novas características para implementar esses recursos.

Todos os serviços hospedados nos domínios do Persona também serão finalizados em novembro, já que os endereços de internet relacionados ao serviço serão desativados nessa data.

A companhia também agradeceu o apoio da comunidade em melhorar as funções do Persona.

Com informações de MozillaThe Next Web e Canaltech.

Morre aos 42 anos, Ian Murdock, o criador do Debian GNU/Linux

Posted by admin On dezembro - 30 - 2015

ian-murdock

O ano de 2015 chega ao fim e com ele, a vida de uma personalidade na comunidade Linux mundial. Ian Murdock, o criador da distribuição Debian, faleceu hoje, aos 42 anos.

A equipe do Docker publicou em seu blog uma mensagem em memória de Ian e informando o acontecido. Ian Murdock era ex-funcionário da Sun Microsystems e da Salesforce, porém, é mundialmente reconhecido por ter criado a distribuição Linux Debian, sistema que até hoje serve de base para boa parte das distribuições Linux em geral. Ele tinha 42 anos.
A causa da morte não foi exclarecida no post e o Departamento de Polícia de San Francisco também não informou nada, ao menos por enquanto. A morte dele é envolta a alguns mistérios, aparentemente ele teve alguns problemas com a polícia (veja o PDF), a conta de Ian no Twitter foi deletada, ele também havia comentado sobre suicídio em um dos tweets, porém, nada foi confirmado até agora. Estas mensagens publicadas no Twitter também podem ser vistas no PasteBin.
Ficam aqui nossos sentimentos a família e amigos de Ian Murdock, alguém que realmente fez diferença no mundo e que será lembrado para sempre na história da tecnologia.
Condolências de pessoas relacionadas ao Debian e mais amplamente, qualquer membro da comunidade Linux podem ser enviadas para in-memoriam-ian@debian.org.
Descanse em paz.
Com informações de Diolinux, The Register e The Hacker News.